Chevrolet Cruze – Nova geração deve chegar no segundo semestre


     

A Chevrolet anda preparando novidades para o mercado nacional. Bom, ao menos é isso que garante a filial da companhia aqui que nos primeiros dias desse mês de maio confirmou que a nova geração do cruze deva dar as caras em breve. De acordo com as informações da montadora o sedã de porte médio deverá fazer sua estreia oficial no segundo semestre de 2016. O modelo irá contar com a presença de um motor turbo. Ao que parece a marca quer fazer com que o carro consuma bem menos e se equipare a um compacto popular.

Junto com a confirmação do lançamento também veio a curiosidade já que a Chevrolet não deu nenhum detalhe de como será o carro. Pelo bem da verdade sobre essa parte ela divulgou apenas uma foto.

Veja também:  10 Lançamentos do Salão de São Paulo 2016

E já que estamos falando de curiosidade quem deverá ter a sua sanada um pouco antes deverá ser o público argentino. A apresentação aos nossos vizinhos da nova versão acontecerá em Bariloche e por lá eles também não tem muita informação de como deverá ser o carro.

A título de curiosidade a nova geração do Cruze será produzida em terras argentinas. E é exatamente de lá que será importado para o Brasil. Por aqui o Cruze só será de conhecimento público depois de sua estreia que ocorrerá durante a realização do Salão do Automóvel de São Paulo. O evento está previsto para ocorrer em novembro.





De acordo com a Chevrolet do Brasil a nova geração contará com a presença do inédito motor Ecotec Turbo. O bloco tem injeção eletrônica de combustível além do sistema Start/Stop. A marca garante que as alterações permitirão que o carro consuma algo bem parecido com os compactos populares.

Veja também:  Novo Renault Sandero Vibe 2017 - Preço e Novidades

Já a imprensa argentina noticiou em redes de notícias especializadas no setor que o novo Cruze será fabricado a princípio apenas na configuração sedã. A informação é que o hatch só deva dar as caras lá em 2017. O carro deverá ser fabricado na unidade da companhia em Santa Fe. Esta, por sua vez, recebeu um investimento na faixa 750 milhões de pesos. O valor é algo em torno dos R$190 milhões.

Entretanto é tudo meio superficial ainda. A GM, por exemplo, ainda não confirmou nada em relação a isso… Ao menos por enquanto.

Por Denisson Soares

Inserir um comentário