Volkswagen pode parar de produzir o Fusca


     

Queda nas vendas do Fusca incentivaram a montadora a descontinuar o modelo e passar a focar na produção de SUVs.

Eles são charmosos, coloridos e fizeram história ao longo dos anos. Muita gente ainda guarda na memória a história dos primeiros Fuscas produzidos no país e não é preciso andar longe para encontrar quem ainda tenha um na garagem. Mas a notícia divulgada recentemente vai desagradar os amantes do carro. Isso porque há possibilidade dele deixar de ser produzido nos próximos dois anos.

Recentemente a Volkswagen tomou a decisão de acabar com o Fusca. Isso deve acontecer até o final do ano de 2018.

Ao que tudo indica, a empresa pretende agora mudar de estratégia. A montadora alemã agora quer voltar os holofotes para a fabricação dos chamados SUVs, já que esse é um dos segmentos mais lucrativos no atual cenário econômico. Essa mudança também faria com que a empresa pudesse se desafogar, já que acabou investindo alto no desenvolvimento do Dieselgate.

Veja também:  Fiat Strada 2017 - Preço, Características e Novidades do Modelo

Especialistas apontam que esse tipo de estratégia não é algo que cause muita surpresa, ainda mais depois que a Maserati fez o lançamento do Levante. Vale lembrar ainda que grande parte das marcas premium, como Lamborghini, Alfa Romeo e até a conhecida Rolls-Royce, farão o lançamento de SUVs.





Outra questão determinante para a decisão de deixar de produzir o Fusca é foco no lucro. A Volkswagen detectou que nos últimos anos a venda dos fuscas caiu muito. E essa queda não se restringe a países específicos: a baixa nas vendas foi no mundo todo, o que pesou de forma determinante para que a empresa resolvesse descontinuar a produção do modelo.

A prova de que o Fusca já não fazia mais tanto sucesso entre as novas gerações veio quando a Volkswagen optou por lançar as edições especiais. Essa estratégia dos últimos anos não surtiu nem de longe o efeito que era esperado.

Veja também:  Volkswagen Amarok 2017 - Características do Modelo

Caso a empresa realmente tire o Fusca de linha no ano de 2018, a geração de um dos carros mais vendidos no Brasil chega ao fim depois de completar mais de 20 anos desde o ano em que estreou: 1997. Notícia acompanhada com pesar por quem gosta e até idolatra o Fusca, pois o carro tem história.

Flaviane Oliveira

Inserir um comentário