Carros que podem Deixar de Ser Vendidos no Brasil em 2016


     

Modelos da Fiat, General Motors, Peugeot e Volkswagen podem deixar de ser vendidos no Brasil neste ano de 2016.

Quem é apaixonado por automóveis sabe que as montadoras disponibilizam carros diferentes anualmente, deixando de lado alguns modelos para dar lugar aos novos sucessores. No ano passado, uma das maiores montadoras do Brasil, a Chevrolet, tirou do mercado o Celta. Já em relação à Mitsubishi, houve uma queda na venda do TR4, enquanto que a Chery, a mais nova montadora chinesa no Brasil, excluiu o Face de sua linha.

E não é somente os populares que sofrem essa queda. A Mini também teve os modelos Roadster e Coupé tirados de sua linha premium. E os nomes não param por aí. Ainda tiveram grandes marcas na lista, como a Land Rover, a Suzuki e a Nissan.

Como em 2015, o ano de 2016 também não será diferente. Veja agora alguns modelos que provavelmente sairão do mercado de automóveis este ano no Brasil:

Veja também:  Fiat Uno 2017 terá Novos Motores e Controle de Estabilidade

1. Peugeot RCZ: Um grande esportivo da marca Peugeot, o Peugeot RCZ estará ausente nas vitrines de concessionárias a partir deste ano. O modelo era importado da Áustria e estava sendo vendido no Brasil desde o ano de 2011.

2. Passat Variant (VW): Quem se lembra da peruona Passat? Pois é, ela também sairá do catálogo de vendas. Comercializada no país desde 1994, o modelo da Volkswagen teve uma queda no mercado devido à chegada do Golf Variant em 2015, modelo que atendia às mesmas necessidades dos consumidores da antiga perua.





3. Chevrolet Classic: Quem deve ser descartado este ano, além do Celta que foi no ano passado, é o Chevrolet Classic ou Corsa Sedan, como é conhecido no Brasil. O veículo recebeu o nome de Classic depois do novo lançamento do Corsa, que já não é mais comercializado também. O Sedan, que veio da Argentina, é bem diferente do seu antecessor, e portanto, nenhum substitui o outro. Foi um dos carros mais vendidos no mercado pela GM durante os últimos 20 anos. A queda dele teve a ver com a nova regra dos automóveis de taxistas em São Paulo, cuja obrigação era para carros entre 2,45 m e 1,65 m de largura mínima, o modelo foi reprovado nesses quesitos.

Veja também:  Volkswagen Golf ganhará versões 1.0 TSI e Elétrica

4. Fiat Uno Vivace: Há rumores de que a Fiat esteja preparando um modelo para substituir o Fiat Uno Vivace em 2016, o Fiat Mobi. Nesse caso, o novo Fiat ficará acima dele em relação ao preço. Além disso, pode ser que o Palio Fire fique junto com o Fiat Mobi nas vitrines de vendas das concessionárias.

Além destes, os modelos Fiat Siena EL, Renault Clio, Mercedes-Benz SLK, Mercedes-Benz GLK, Mercedes-Benz ML e Mitsubishi Lancer Evolution também podem parar de ser comercializados a partir deste ano.

Por Daniela Almeida da Silva

9 comentários em “Carros que podem Deixar de Ser Vendidos no Brasil em 2016

  1. Tem opção demais no mercado. Se saírem alguns modelos não faz diferença. O problema é que isso está acontecendo porque o país parou graças ao nosso governo e a cultura do nosso povo que prefere bolsas do que trabalhar.

  2. Luis Fernando Mendes pereura

    - Editar

    O Brasil só tira de linha os melhores carros e deixa os piores, uno way, palio, ambos são os únicos de economia de nível brasileiro, o Brasil está em em crise temos que ter economia em transporte…

  3. jonas japones

    - Editar

    ola gostaria de saber sobre o new fiesta sedan 1.6 16 v ano 2010a 2013 qual modelo e melhor o mexicano ou brasileiro se alguem poder nos ajudar ..muito grato

Inserir um comentário