Lançamento do Jaguar F-Type SVR


     

Carro mais veloz da história da marca deverá custar cerca de US$ 150 mil.

A previsão de apresentação do novo modelo do esportivo da montadora é o mês de março, no Salão do Automóvel de Genebra. O responsável pelas imagens e informações vazadas foi o site estadunidense Autoblog. O carro será o mais veloz da história da marca. As versões serão cupê e conversível.

No exterior, o para-choque da frente ganhou entradas de ar maiores para resfriamento dos freios e aerofólio diferenciado. A traseira terá maior difusor. E as rodas passaram a ter 20 polegadas. O logo na grade frontal será o destinado a carros especiais Jaguar Land Rover.

Nenhum detalhe sobre o interior foi divulgado, mas certamente alguns dos itens de série serão direção elétrica variável, controle de suspensão e tração, computador de bordo com tela touchscreen e conectividade com Android e iOS, ar-condicionado digital, bancos com regulagem de altura e memória de posição e sensores de estacionamento com câmera de ré. Um interior todo em couro e com detalhes especiais da edição é dado como óbvio.

Estima-se que o carro será o veículo da marca mais poderoso até então pela aceleração, que deverá atingir 100km/h, partindo de zero, em apenas 3,7 segundos, meio segundo a menos que o antecessor. E a velocidade máxima será de 322km/h no cupê e 313km/h no conversível. Ambos terão tração nas quatro rodas, sem possibilidade de escolha. A suspensão será multilink.





Veja também:  Multa em Carros com Som Alto poderão ser aplicadas sem Medidor de Barulho

Na comparação com o F-Type R, top de linha até o lançamento do SVR, o novo esportivo terá 25 cavalos de potência a mais, serão 575CV no motor V8 5.0 supercharged. A transmissão será automática, com oito velocidades.

Em relação a preços, nada foi vazado. Os valores esperados ficam em torno dos US$ 150 mil, equivalente a mais de R$ 600 mil.

Ainda não se sabe se os novos F-Type serão vendidos no Brasil. Caso sejam, os valores devem facilmente superar os R$ 700 mil após conversão e taxação.

Bruno Klein

Inserir um comentário