Ford ajuda a Desenvolver Carro com Sistema de Direção Autônomo


     

Ford faz parceria com a Universidade de Michigan para o desenvolvimento de um sistema autônomo de direção.

Nos Estados Unidos, mais precisamente na Universidade de Michigan, a MCity, instalação de testes, está trabalhando na produção de um sistema que faz com que a condução do automóvel seja feita de maneira autônoma.

A Ford foi a selecionada para ter alguns carros nos testes nesse sistema autônomo. Os testes foram realizados em uma cidade fictícia que foi reconstruída trazendo diversos detalhes das ruas urbanas.

A planta que foi criada para que os veículos rodassem conta com tudo o que o nosso dia a dia traz, como imperfeições, situações com pedestres, publicidades, entre outros. Tudo que pudesse auxiliar no desenvolvimento mais eficaz e rápido para essa nova tecnologia de condução.

Veja também:  Honda WR-V 2017 - Preço Estimado e Ficha Técnica

O Fusion Hybrid e outros veículos da Ford rodam com o sistema autônomo. Os carros contam com pessoas como pilotos reais também. Isso se fez para que fosse possível administrar alguns tipos de situações que encontramos nas ruas, como é o caso de acidentes, veículos de emergência pedindo passagem, semáforos e outros.





O Fuson Hybrid contou com o auxílio de câmeras tridimensionais, quatro aparelhos LiDar (mapas em 3D), sensor ultrassônico e radar, os quais atuaram em conjunto com os sensores normais. A montadora e outras instituições de caráter privado e público gastaram aproximadamente R$ 10 milhões para a construção da cidade e a realização dos testes com o sistema autônomo.

Policial para Carro Autônomo do Google:

Um veículo com sistema autônomo da gigante de buscas da internet, o qual tem o nome de Google Car, teve uma situação inusitada. Um policial rodoviário parou o carro com o argumento de que ele estava muito “devagar”. Quando iria acontecer uma multa ao motorista devido ao fato de trafegar em uma velocidade menor do que é a mínima permitida, o policial se deu conta que o carro não tinha ninguém pilotando.

Veja também:  Novos Valores de Multa de Trânsito já estão Valendo

A autoridade conversou com a pessoa que estava no carro e apontou que o Google Car não poderia atrapalhar o trânsito. O modelo estava com 40 km/h, sendo que a velocidade mínima permitida era de 56 km/h.

Inserir um comentário