Hyundai Ioniq – Novo Carro Elétrico deve Concorrer com Toyota Prius


     

Carro da Hyundai possui motor 1.6 GDI e será lançado inicialmente na Coreia e Europa.

O novo Prius da Toyota, o carro híbrido mais vendido do mercado, chegará ao Brasil em 2016 importado do Japão e a possibilidade de um concorrente já existe. A Hyundai revelou seu novo híbrido, o Hyundai Ioniq, que está em testes finais na Coreia do Sul e deve aparecer por aqui em 2016. O nome do carro foi registrado dia 5 de junho desse ano na Coreia e posteriormente também na Europa, Canadá, Malta e Grã-Bretanha, ele se refere a um conceito exibido pela Hyundai no Salão de Genebra em 2012, o I-onic. O modelo da época tinha motor 1.0 de três cilindros com motor elétrico e a autonomia era de 120 km com zero de emissões.

Veja também:  Novo Honda CR-V 2017 - Modelo passa por Mudanças

O carro possuirá um motor 1.6 GDI de injeção direta, que será combinado a um bloco elétrico, essa alternativa de motor foi criada especialmente para o modelo e é similar ao motor do Prius da Toyota. A aposta está na economia de combustível, que com a alta da gasolina no Brasil é muito bem-vinda, inclusive o design deve ser focado em eficiência aerodinâmica para aumentar ainda mais a economia.

Concorrer com o novo Toyota Prius não será nada fácil. A Toyata afirma que o modelo de 2016 está 40% mais eficiente que seu predecessor. O preço também teve um incentivo e foi reduzido para R$ 111.000 após aplicar a isenção de imposto de importação para carros híbridos e elétricos, uma redução de 4,2% no preço.

Veja também:  Cartão de Estacionamento para Idoso em Porto Alegre - Como Funciona




Apesar de custarem bem mais caro que as versões convencionais, carros híbridos de várias marcas começam a ser introduzidos no Brasil. O Toyota é o dominante por enquanto, mas existem alternativas de outras marcas como o Caynee da Porsche, o S 400 da Mercedes-Benz, o Ford Fusion e o Série 7 da BMW. Outras marcas também prometem lançar híbridos no Brasil, assim como a BMW com seu ActiveHybrid 3 e a Kia com seu Optima Híbrido.

Por Gizele Gavazzi

Inserir um comentário