Multa para Quem Estacionar em Vagas Exclusivas pode Aumentar


     

Multa poderá passar de R$ 53,20 para R$ 127,69, um aumento de 140%.

Todos nós já presenciamos alguma cena de desrespeito à lei que determina a reserva de vagas exclusivas para idosos e deficientes nos estacionamentos públicos de todo o país. As explicações são as mais diversas: pressa, falta de outras vagas, parada rápida, dentre outros.

O problema é que embora as vagas exclusivas possam parecer “vagas normais”, elas são projetadas para as necessidades para quem são destinadas: as vagas para idosos, geralmente são mais perto da entrada das lojas, por exemplo, para diminuir o deslocamento necessário até o destino final. E as vagas que são destinadas a deficientes são maiores, para possibilitar o desembarque dos que usam cadeiras de rodas ou tem dificuldade de deslocamento. Desrespeitar essas vagas é um ato completamente desumano, que fere o direito de ir e vir do próximo.

Veja também:  Novos Valores de Multa de Trânsito já estão Valendo

Para ter acesso à vaga é preciso ter um cartão atestando sua deficiência, que deve ser colocado por dentro do vidro do carro, em algum local em que possa ser facilmente visto. Em um rápido passeio pelas cidades, é possível constatar que quase nenhum dos carros estacionados nessas vagas possui qualquer identificação.

Mas a “farra” dos que infringem a lei pode ter o seu fim. O Contran quer aumentar a punição para quem desrespeitar as vagas destinadas para esse público.





A multa atual para quem estaciona em vagas indevidas é de apenas R$ 53,20. O valor baixo, é quase o mesmo de uma diária em um estacionamento particular e segundo alguns, pode estimular a infração. Mas o Contran tem uma proposta para aumentar o valor pago por quem estaciona em vaga indevida: agora o infrator pagará R$ 127,69, aumento de 140%. Possivelmente, quem tem o costume de estacionar em vagas exclusivas passará a pensar duas vezes, por medo de ser pego.

Veja também:  Volkswagen Polo ganha Edição Especial Storm na África do Sul

Mas a novidade ainda vai demorar para entrar em vigor: a nova multa só passará a valer a partir de janeiro do próximo ano. O bom é que os veículos de mídia poderão ter tempo suficiente para divulgar o aumento e nenhum “espertinho” ficará desinformado quanto ao novo valor.

A esperança do Contran é que haja uma diminuição das infrações e que o dia a dia dos que realmente necessitam das vagas exclusivas seja facilitado.

Por Patrícia Generoso

Inserir um comentário