Novo Jeep Renegade ganha Versão Básica Mais Barata


     

Nova versão básica possui motor 1.8 flex e custa R$ 68.900.

Quem tinha aquele sonho antigo de possuir o famoso Jeep projetado pelos filmes e capas de revistas agora poderá pensar a respeito. A marca que leva o próprio nome do modelo, Jeep, está lançando no mercado de automóveis uma versão mais básica e mais barata do grandioso modelo Renegade.

A versão mais básica do veículo seria a Renegade 1.8 Flex MT5, que terá um custo no valor de R$ 68.900 e possui configurações com direção elétrica, entrada USB e entradas auxiliares, rádio com Bluetooth, câmbio manual de cinco marchas numa tração 4×2, ar condicionado, freio de estacionamento eletrônico, equipamentos com controles de estabilidade, sistemas para auxiliar partidas de rampas, além de travas, vidros e retrovisores elétricos.

Veja também:  Novo Fiat Uno 2017 - Preços e Características

Todos os lançamentos da linha tiveram um aumento significativo nos últimos meses, sendo que os do modelo Renegade tinha começado no mercado com um preço inicial de R$ 69.900 e a versão mais cara custava R$ 116.900.





Confira agora os preços atualizados da linha Renegade do mais caro para o mais barato:

  • Trailhawk 2.0 Diesel AT9 4×4: R$ 119.900.
  • Longitude 2.0 Diesel AT9 4×4: R$ 109.900.
  • Sport 2.0 Diesel AT9 4×4: R$ 99.900.
  • Longitude 1.8 Flex AT6: R$ 82.900.
  • Sport 1.8 Flex AT6: R$ 76.900.
  • Sport 1.8 Flex MT5: R$ 71.900.
  • 1.8 Flex MT5: R$ 68.900.

Como podemos observar, os modelos da versão Renegade tiveram uma alteração significativa de preço depois de seu lançamento meses atrás. As versões Sport 1.8 Flex tinham sido lançadas no mercado por R$ 69 mil e agora está custando R$ 71.900. E o top de linha Renegade Trailhawk 2.0 Diesel está no mercado atualmente por R$ 119.900, mas oferece um excelente custo-benefício com seus recursos de câmbio automático com 9 velocidades separadas e uma tração 4×4, tudo de primeiríssima mão. A marca ainda não disponibiliza um catálogo com opções de cores, por exemplo, pois ainda não foi divulgado oficialmente se isso será um adicional ou não.

Veja também:  Fim do Fiat 500 e Freemont no Brasil

Por Daniela Almeida da Silva

Inserir um comentário